HELÔ GOMES

Sou jornalista por formação e curiosa pela emoção. Nasci flertando o Rio de Janeiro, namorei Campinas – onde passei a adolescência, mas fui casar com São Paulo, já há 8 anos, né, amor?  O relacionamento é super sério – e, acreditem, divertido.  Porém, como acredito que são demais os perigos dessa vida pra quem não tem paixão, tenho um vasto leque de amantes fixos: de Cebolinha a Machado, me achei (e me perdi, não necessariamente nessa ordem, aliás, sem ordem nenhuma) na literatura da USP, porque eu só me interesso de verdade por lirismo não comedido e por um bom look bem vivido.